• Home
  • Gestão
  • 5 dicas do varejo americano para aplicar no seu negócio

5 dicas do varejo americano para aplicar no seu negócio

5 dicas do varejo americano para aplicar no seu negócio

Como proprietário de um negócio local, seja um restaurante bem movimentado ou uma loja na esquina do bairro, é essencial estar antenado sobre o que está rolando no mundo do varejo. Procurar por exemplos do que está funcionando em outros negócios é uma das bases para se entender o que pode ser melhorado no nosso próprio empreendimento. E ninguém melhor para isso do que o varejo americano.

O varejo americano é catalisador de tendências, ditando o que será efetivo em todas as partes de um negócio. Seja atrair, engajar ou se relacionar melhor com o cliente. Que tal pegar carona na experiência do varejo americano e fazer o seu negócio voar ainda mais alto? Separamos as 5 dicas para te ajudar a adaptar as melhores estratégias do varejo americano ao seu negócio. Confira!

5 dicas do varejo americano para aplicar no seu negócio

Dê atenção aos seus clientes fiéis

1 – Dê atenção aos seus clientes fiéis

O que movimenta seu negócio são os clientes, certo? Então invista naqueles já fidelizados. O varejo americano foca bastante nos clientes fiéis e não é atoa. O consultor de marketing, Philip Kotler publicou uma vez: “conquistar um novo cliente custa de 5 a 7 vezes mais que manter um atual”.

Comece a observar pontos específicos da rotina dos seus clientes, como o horário que frequentam e os produtos que consomem. Assim, fica mais fácil entender seu público atual e interagir melhor com eles. O empreendedor do varejo precisa conhecer bem os seus clientes para poder agradá-los e atraí-los, de maneira inteligente, para aloja.

2 – Esteja presente no mundo digital

A Starbucks é um grande exemplo para essa dica. Eles desenvolveram um portal de engajamento, o my Starbucks Idea, que é um canal aberto online para os consumidores. Que serve para eles deixarem um feedback para a rede, sugerirem inovações e se envolverem na criação de novos produtos. É a partir desse portal, também, que a Starbucks se comunica e envia ofertas e promoções aos seus consumidores cadastrados.

Por isso, mantenha seus canais digitais, como as redes sociais, base de e-mail e outros, sempre atualizados. Se possível, tenha um canal aberto para feedback e envie comunicados para seus clientes. Existem aplicativos, como o Bonuz, por exemplo, que auxiliam justamente nisso. Eles permitem ações de fidelização, canal para feedback do consumidor e envio de ofertas para uma base de clientes.

Invista tempo conhecendo esses serviços e encontre aquele que melhor se encaixa na sua rotina.

Motive os seus clientes a irem até sua loja

3 – Motive os seus clientes a irem até sua loja

Existem muitas formas de atrair os clientes para sua loja. Você pode oferecer uma experiência diferenciada, fazer boas promoções, oferecer um atendimento personalizado, entre outros.

A rede Mc Donalds, por exemplo, utiliza uma técnica de venda baseada em promoções com estoque limitado ou para dias ou horários específicos para troca de produtos, para atrair clientes. Isso cria um senso de urgência para o cliente e faz com que ele sinta que se caso ele não vá a loja naquele momento, possivelmente perderá aquela oportunidade. Não pelo fato que não acontecerá novamente, mas porque o atrativo não será o mesmo.

4 – Acompanhe o comportamento e potencialize as vendas

A rede de supermercados Walmart, a partir da análise de compra dos consumidores, notou que, homens entre 30 e 40 anos, comprando fraldas de bebês no período das 17hs e 19hs, normalmente tinham cerveja também no carrinho. Com a simples mudança da ilha de cervejas para um local próximo da ilha de fraldas, conseguiram um aumento de 37% nas vendas dos dois produtos na 1ª semana.

Tenha em mente que atrair a atenção do cliente não consiste somente em criar ofertas e promoções com descontos nos produtos. Analise seu sistema de ponto de venda, crie ou monitore, caso você já possua, um sistema que ajude a conhecer seu cliente (CRM) ou os resultados dos seus produtos mais vendidos.

Você pode ser muito mais relevante entregando uma experiência incrível do que um cupom de desconto.

Seja relevante na sua comunidade

5 – Seja relevante na sua comunidade

Uma pesquisa feita pela Duke mostrou que um cliente realiza suas compras em um raio até 14km de distância da sua casa. Uma vez que se conhece seu público, fica mais fácil fazer um marketing local eficiente e entregar algo de valor para o seu consumidor. Crie dias com promoções para quem leva amigos ou proponha eventos para o seu bairro.

Mas não esqueça: garanta sempre que você irá captar informações sobre esses clientes em troca desta oferta, assim você poderá se fazer visível para ele no futuro.

Algo que é muito claro nas técnicas de vendas do varejo americano é a informação que você detêm dos seus clientes. Você precisa saber quem são, como interagem com você e quais seus hábitos de consumo, para no futuro, atingi-los com o produto certo e na hora certa. Impressione o seu cliente e mostre para ele como ele é importante para o seu negócio.

DEIXE SEUS COMENTÁRIOS