• Home
  • Gestão
  • 7 dicas rápidas para lidar com a inadimplência do cliente

7 dicas rápidas para lidar com a inadimplência do cliente

7 dicas rápidas para lidar com a inadimplência do cliente

Com a crise financeira a inadimplência já atinge 57 milhões brasileiros (SPC) e vem causando ainda mais dor de cabeça aos empresários. Dados do Serasa apontam o desemprego como responsável por 26% do endividamento no Brasil, seguido pelo descontrole financeiro (17%) e esquecimento na hora de pagar as contas (7%). Por influenciar diretamente no fluxo de caixa e comprometer o capital de giro, ter clientes inadimplentes é um dos maiores problemas que uma empresa pode enfrentar.

Enfrentar a inadimplência é uma tarefa difícil, pois você estará lidando com pessoas que vivem problemas financeiros. Será necessário criar estratégias e políticas internas sólidas e bem elaboradas que te auxiliem a resolver esse problema sem a necessidade de contratar um serviço de cobrança.

Para evitar medidas extremas separamos  algumas dicas para te ajudar a reverter a inadimplência no seu negócio.

1 – Previna a inadimplência fazendo análises de crédito:

Inadimplência do cliente

Antes de se preocupar com os clientes que já estão inadimplentes você precisa evitar que esse número aumente. Uma forma simples de fazer isso é adotar algumas medidas simples na hora de cadastrar ou oferecer crédito a novos clientes. Faça uma pesquisa no banco de dados do Sistema de Proteção ao Crédito (SPC) e Serasa. Desta forma você estará ciente da linha de crédito que seu cliente possui, assim como suas eventuais pendências.

2- Use e abuse do histórico do cliente:

Manter um histórico comercial atualizado onde estão registradas todas as compras e vendas dos seus clientes é muito importante. Ele permite que você crie um banco de pesquisa interno onde será possível avaliar o comportamento financeiro do consumidor e controlar a liberação de crédito.

3- Cuidado com a forma de cobrar:

A palavra “cobrar” por si só já tem um peso negativo: ninguém gosta de ser cobrado. Tenha isso em mente na hora de abordar o cliente. A inadimplência pode ser causada por diversos motivos, como o desemprego, problemas familiares, entre outros. É imprescindível que o contato seja amigável, deixe claro seu objetivo, mas mantendo a boa relação e confiança do cliente.

4- Mostre que você lembra dos seus clientes:

Como vimos anteriormente, 7% dos inadimplentes estão nessa situação por esquecerem de pagar suas contas, então cabe a você lembrá-los. Crie o hábito de checar com antecedência os pagamentos da semana ou instale um sistema automatizado para enviar as notificações. Entre em contato com os clientes através de SMS, e-mail ou ligações. Além de cobrar, mande promoções e novidades para que o contato se torne mais informativo e o peso da cobrança, menor.

5- A tecnologia pode ser sua melhor amiga:

Adote um sistema de gestão de cobranças. Com a automatização desses processos a integração entre os setores de cobrança, comercial e financeiro fica mais eficiente. Permitindo que todas as informações (históricos de compras, baixa de pagamentos, acompanhamento de cobranças) estejam disponíveis na mesma plataforma.

6- Ofereça condições de pagamento:

Seu cliente já está endividado, então cobrar juros abusivos e praticar assédio moral no ato da cobrança não vai ajudar. Aliás, essas práticas tendem a deixar o cliente na defensiva, criando barreiras que dificultam a negociação. Tenha paciência, escute as dores do cliente e tente encontrar condições de pagamento facilitadas que caibam no bolso do consumidor. Essa atitude é a mais inteligente porque vai beneficiar tanto você quanto ele. Não esqueça que nem todos trabalham com cartões de crédito, então disponibilize outras formas de pagamento como cartões de débito, boleto, cheque, etc.

7- Premie os bons pagadores:

Para finalizar, ofereça premiações aos bons pagadores. A estratégia é antiga, mas ainda funciona muito bem na hora de estimular a assiduidade. A prática mais comum é oferecer descontos para os pagamento antes do vencimento, mas nada te impede de inovar criando novas formas de premiar que se adequem melhor no seu negócio.

O Brasil está vivendo uma crise e esse momento é delicado para todos. Empresários e consumidores estão sentindo na pele as oscilações econômicas do país. É nesse momento que se torna importante planejar melhor as estratégias do seu negócio e buscar conhecer ainda mais o cliente para fidelizá-lo. Com essas 7 dicas, esteja ainda mais presente na vida do cliente e seja muito mais que um cobrador. Se torne o “amigo” que oferece apoio e soluções para os problemas.

DEIXE SEUS COMENTÁRIOS