• Home
  • Gestão
  • Cortar as despesas não vai te tirar da crise

Cortar as despesas não vai te tirar da crise

Cortar as despesas não vai te tirar da crise

Crise! O que fazer? Muitas vezes a primeira coisa que um empresário faz quando está passando por momentos de dificuldades é cortar despesas. Demitir funcionários, parar de investir em certas áreas como marketing ou sucesso do cliente, tudo para diminuir os gastos mensais do negócio. E sim, é preciso avaliar o cenário atual e entender que às vezes é importante para a sua empresa cortar alguns custos, mas não pense que isso vai solucionar todos os seus problemas. Analisando a sua empresa, cortar despesas pode não ser a melhor saída.

O que devo fazer então?

Não é certo afirmar que existe uma ação que vai solucionar o problema da crise e acabar com essa fase ruim de vez. Porém, uma solução que alguns empresários ainda não conseguem visualizar, é que para sair da crise é preciso investir. Mas como investir se estou tendo que cortar gastos? Se organizar e investir de forma consciente com o mínimo de desperdício de dinheiro e tempo, acompanhando os seus resultados, pode ajudar e muito no futuro do seu empreendimento.

Quando falamos em investir, não precisamos necessariamente falar de dinheiro. Investir tempo em fazer um novo planejamento, renegociando com seus investidores ou otimizando as suas operações atuais, também é um investimento.

Não tenha dúvida que assim que você fizer um corte no seu orçamento, você perceberá uma mudança considerável sobre o seu caixa. Mas apenas cortar os custos, sem pensar a longo prazo, é muito perigoso. Cortar sem um planejamento, pode te fazer abrir mão de ações que mais para frente podem fazer muita falta na sua atração e retenção de clientes.

Por exemplo, quando você desliga um funcionário, alguém precisa assumir todas as tarefas que essa pessoa tinha na sua empresa. Ou essas tarefas terão que ser dispensadas também, mudando a dinâmica inteira de uma área e até mesmo todo o seu planejamento. Manter um funcionário bom, que pode ajudar a longo prazo a sua empresa, pode valer a pena sim, mesmo que eles custem um pouco mais. O mesmo acontece se você corta custos com matéria prima por exemplo. Esse corte terá que ser recompensado de alguma forma, pois os seus clientes vão notar as mudanças. Um funcionário que os seus clientes gostavam fora e uma matéria prima com qualidade mais baixa que o normal, pode afundar ainda mais a sua empresa. Cuidado!

 

E quando não podemos cortar custos, o que resta é reduzi-los. Reduzir as despesas da conta de luz da sua empresa, reduzir custos com logística controlando o seu estoque e começar a usar mais ferramentas gratuitas para fazer o seu marketing por exemplo, como redes sociais.

Falando em marketing, o marketing digital é o tipo que mais se destaca em época de crise. Exatamente por englobar ferramentas e ações de baixo custo, se comparadas com o marketing tradicional. Além dos valores reduzidos, os canais utilizados por esse marketing, estabelecem uma comunicação mais eficiente com o seu público-alvo. Em uma rede social como o Facebook, você consegue atingir o seu público que está em qualquer lugar do Brasil e até do mundo. Criando um relacionamento mais próximo com o seu cliente, entendendo melhor as suas necessidades.

Veja esse momento como uma oportunidade de rever o que e quem é realmente importante para a sua empresa. É difícil mas é a hora de pensar no agora mas também pensar ao longo prazo. E quando você trabalha pensando a longo prazo, deve entender que todas as suas ações requerem mais tempo e dedicação, mas são mais capazes de trazer resultados sólidos e duradouros.
A melhor maneira de salvar o seu negócio é realizar mudanças que não precisam ser necessariamente estar ligadas com o corte de despesas. Mas sim, ações que diminuam suas despesas, foque em aumentar o seu caixa, aumentar a produtividade e eficiência das vendas. Não tome decisões por impulso, sempre olhe ao seu redor e veja todas as possibilidades antes de tomar a sua decisão final.

14 COMENTÁRIOS

DEIXE SEUS COMENTÁRIOS