Férias de Julho – Dicas para aquecer as vendas no recesso escolar

Julho chegou e trouxe com ele boas notícias para os varejistas: a CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) projeta um crescimento nas vendas do varejo de 1,5% em 2017. Mesmo sendo um período sem datas comemorativas é em julho que acontecem as férias escolares, período que ajuda a estimular o comércio. Segundo a ABAV (Associação Brasileira de Agências de Viagens) em ano de crise econômica e com as novas leis de despacho de bagagem, que deixaram as passagens aéreas mais salgadas pro brasileiro, a procura por viagens de férias em julho está menor que nos anos anteriores projetando esses consumidores em potencial para o comércio varejista local.

Esse novo cenário econômico é promissor para os lojistas, pois aumenta consideravelmente o número de consumidores tornando ainda mais importante o desenvolvimento de estratégias para atrair e fidelizar o cliente.

Para ajudar nessa árdua tarefa, selecionei quatro dicas práticas para você aplicar ao seu negócio focando nesse período de férias escolares.

#1 Liquidação:

liquidação

Se você quer chamar a atenção do consumidor basta fazer uma liquidação, afinal, comprar mais por menos é afrodisíaco. Como julho é famoso pelas liquidações de inverno esse é o momento de conferir os itens que estão parados no estoque e criar um mix de produtos que podem ser vendidos com preço reduzido. Além de abrir espaço para mercadorias novas, essa é uma excelente forma de movimentar seu negócio, estimulando a volta dos antigos e fisgando novos clientes.

#2 Parcerias com cinemas:

cinema

O mês de julho tem em sua agenda de estreias, filmes muito aguardados como “Carros 3”, “Homem Aranha – de volta ao lar” e “A Torre Negra” que prometem atrair muitos fãs às salas de cinema. Você, como lojista, não pode perder a oportunidade de fisgar uma parcela desse público para seu estabelecimento e aquecer as vendas. Cinemas tem alto fluxo de movimento no período de férias escolares, por isso são ótimos parceiros na hora de desenvolver estratégias para atrair clientes. Ofereça brindes simples como um par de ingressos em compras com valores específicos ou descontos e condições especiais para seus clientes em cinemas parceiros, por exemplo. Todo cliente gosta de sentir que está ganhando, é desse estímulo que ele precisa para comprar mais.

#3 Crianças influenciam na decisão de compra:

No estudo Meet the Parents, publicado pelo Facebook, 59% dos pais afirmam que os filhos têm mais impacto na decisão de compra que eles tinham durante a mesma fase de crescimento. Ou seja, a última coisa que você precisa é de crianças impacientes e entediadas influenciando negativamente na compra e diminuindo o tempo de permanência no seu estabelecimento. Com férias escolares que duram de 15 a 30 dias, elas precisam gastar energia e os pais buscam formas de distrair e entreter os filhos, então é neles que você precisa focar para fisgar o consumidor em potencial.

– Aposte em espaços kids com canto de leitura, jogos de tabuleiro e brinquedos variados, por exemplo. Estratégias como esta podem ser o que seu estabelecimento precisa para proporcionar aos pais um motivo a mais para visitar e comprar na sua loja. Não precisa ser grande, basta ter conforto e ser colorido para atrair a atenção das crianças, permitindo que os pais se concentrem nas compras com tranquilidade.

– Uma dica para agradar a família toda no mês das férias escolares é oferecer brindes com temática infantil aos clientes que comprem um valor específico. Disponibilize principalmente conteúdos lúdicos e educativos como livros de história e colorir, jogos de raciocínio, etc. Buscar parcerias com empresas que comercializam esse tipo de produto é uma solução, afinal, ambos podem sair ganhando.

– Oferecer “atrações” como carrinhos de pipoca e algodão doce são estratégias com alto poder de atração e valores acessíveis de aluguel (variam entre R$ 60,00 e R$ 150,00 diários). Esse tipo de iniciativa não chama a atenção só das crianças, muito pelo contrário, nos adultos fazem lembrar a infância e despertam um sentimento nostálgico, criando uma conexão emocional com o estabelecimento.

#4 Divulgação:

Não adianta nada pensar todas essas estratégias e estar pronto para receber os clientes na sua loja se você não souber como divulgar tudo isso. Então esse é o momento de pôr a mão na massa e usar todo o potencial possível de compartilhamento.

– Meios digitais: Anunciar as promoções do mês da sua empresa através de materiais gráficos atrativos é essencial. Sites e blogs, Facebook, Instagram, Twitter, Snapchat, Linkedin e Youtube são apenas alguns canais de compartilhamento direto com seus clientes que estão disponíveis GRATUITAMENTE e que podem trazer resultados incríveis se forem utilizados corretamente.

– Email marketing: se você possui um banco de dados dos clientes com e-mails cadastrados, o e-mail marketing é uma estratégia de divulgação essencial. Através deles é possível convidar os clientes a visitarem seu estabelecimento e informá-los sobre as promoções do mês, assim como suas datas de validade e regulamentos.

– Grupos de WhatsApp: Só no Brasil, mais de 200 milhões de pessoas estão conectadas ao WhatsApp e diariamente cerca de 12 bilhões de mensagens são trocadas em grupos no app. Ou seja, existe um grande potencial a ser explorado dentro da rede social. Possuir um grupo da sua empresa com os clientes no WhatsApp é uma maneira ágil e eficiente de divulgar suas ações de marketing e convidar o cliente a visitar seu estabelecimento.

O consumidor é movido por estímulos, então desenvolver estratégias que possam atrair a atenção do cliente estimulando a compra ou trazê-lo de volta ao seu estabelecimento são trabalhos árduos que exigem dedicação diária. Ter um olhar sensível e treinado para enxergar as oportunidades que vão além do trivial é muito importante. Aposte suas fichas em ações que tragam resultados positivos e possam auxiliar no crescimento e desenvolvimento efetivo do seu negócio.

5 COMENTÁRIOS

DEIXE SEUS COMENTÁRIOS

Oráculo do Varejo
Tendências para o Varejo
Checklist: Operação do Varejo
Custo de novo cliente
Que tipo de varejista você é?
De olho na concorrência
Pare de perder funcionários
Planilha de Conciliação de Cartão