• Home
  • Gestão
  • 4 motivos que fazem a sua franquia dar errado

4 motivos que fazem a sua franquia dar errado

4 motivos que fazem a sua franquia dar errado

É normal e até algum ponto certo, pensar que ao abrir uma franquia, o seu risco que dar errado é reduzido. Apesar das franquias realmente mostrarem uma taxa menor de falência que os negócios que começam realmente do 0, apenas escolher uma franquia não significa sucesso. Como qualquer negócio, você vai ter que lidar com problemas, mas que podem ser evitados ou os seus danos podem ser reduzidos.

Confira alguns motivos que fazem uma franquia não dar certo e como lidar com eles:

Escolher uma franquia apenas pelo retorno financeiro

Existem várias maneiras de escolher uma franquia. Você precisa olhar o cenário maior e pensar em como você se identifica com aquele negócio. Não é apenas sobre quanto dinheiro você vai ganhar com ela. O seu perfil enquanto profissional conta muito nesse momento. Com a sua experiência profissional, você tem expertise e consegue trabalhar com o segmento escolhido? Você realmente tem o perfil de um gestor que vai compandar o negócio todo? Nem todas as pessoas nasceram para serem empresárias e donas de negócios.

Resumindo, se for realmente investir em uma franquia, invista em algo que tenha a ver com o seu estilo de vida e profissional. É preciso gostar do que se está propondo a fazer. Pois é um fato comprovado que quando fazemos algo que não estamos totalmente engajados, o negócio acaba não funcionando bem e muitas vezes acaba fechando. Pesquise e entenda o mercado verdadeiramente.

Estabelecer a sua franquia em um local ruim

Uma franquia não vem com a fórmula do sucesso pronta. Ela vem com um nome de peso e ajuda muito, mas é seu trabalho fazer acontecer de verdade. E uma das partes mais importantes de um negócio é a sua localização. A escolha errada do local pode sim ser o motivo de fracasso de uma franquia conhecida.

Faça um planejamento, observe como as outras franquias de sucesso de comportaram sobre o assunto e escute o franqueador. É comum o franqueador dar diretrizes de locais, mas como involve pagar aluguel, reformar um local ou até mesmo comprar um ponto, cabe ao franqueado saber onde vai conseguir implantar a franquia.

No seu planejamento, além de pensar no seu financeiro, é preciso prestar muita atenção no seu público-alvo. Um local movimentado é sempre o ideal, porém do que adianta um local cheio de pessoas sendo que nenhuma delas entra no perfil do seu público? Escolha um local que os seus clientes vão com frequência e deixe o seu estabelecimento sempre visível para qualquer público.

Esquecer que é uma franquia

Isso é importante pois muitas franquias acabam não dando certo pela relação entre franqueador e franqueado. Como franqueado, você precisa entender que é preciso seguir e respeitar o sistema que o seu franqueador criou. Leve a sério os treinamentos que receber e preste atenção em todos os detalhes. Pergunte caso alguma dúvida surja, mas nunca tome decisões que possam comprometer a marca que você está trabalhando, sem falar com o dono dela. Sim, você é dono daquele estabelecimento, mas não da marca.

Segundo a revista Exame, ‘’franquia é sinônimo de padrões, processos e regras’’. Por isso é sua responsabilidade aprender esses processos e seguir as regras. A comunicação com o seu franqueador não pode acontecer apenas na hora de abrir o negócio. Um erro de ambas as partes que não é raro acontecer, é o franqueado esperar suporte 24hrs e o franqueador não ajudar em mais nada após a instalação. Os dois lados ganham com esse empreendimento, por isso o ideal é estabelecer uma relação saudável dos dois lados. A falta de clareza sobre quem faz o que nessa relação pode acabar com os dois lados perdendo.

Problemas com a mão de obra

Esse não é um problema que aflige apenas franquias. É um problema de qualquer empresa de varejo hoje no Brasil têm. Geralmente quando uma pessoa abre uma franquia, esse acaba sendo o seu primeiro negócio, então os seus problemas são os de qualquer empreendedor no início de carreira.

A gestão de pessoas é um assunto delicado. Ainda mais no varejo, em estabelecimentos como restaurantes, lanchonetes, lojas de roupas e sapatos, pet shops, entre outros. Esses mercados costumam ter muita rotatividade de funcionários. Conseguir manter os seus funcionários motivados e com treinamentos em dia é uma tarefa que a maioria dos gestores acha difícil em vários negócios. Existem várias estratégias que você pode usar para que os funcionários da sua franquia não te abandonem, por isso pense neste assunto e tenha algumas estratégias na manga para usar nessas situações.

No momento que você decide virar um empreendedor, é preciso lidar com todas as responsabilidades e problemas que vem com essa decisão. Mas não se desespere caso a sua franquia se depare com esses problemas. Com planejamento, entendendo como o negócio funciona no dia a dia e acompanhando os seus resultados, as chances de ter que fechar o seu estabelecimento são pequenas.

DEIXE SEUS COMENTÁRIOS